quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

"Sinceridade"...



Um dia, uma dona de casa levava uma garrafa de vinho para o almoço quando ao atravessar uma pequena ponte, o vinho caiu no rio. A mulher suplicou a Deus que a ajudasse. Ele apareceu e perguntou:

- Por que estás a chorar?

A mulher respondeu que sua garrafa de vinho tinha caído no rio.

E Deus entrou no rio, de onde tirou um CHATEAU PETRUS, e perguntou:

- É este o teu vinho?

A nobre mulher respondeu:

- Não, Deus, não é esse.

Deus entrou novamente no rio e tirou um DONA MÉCIA TINTO.

- É este?

- Também não, respondeu a dona de casa.

Deus voltou ao rio e tirou um vinho nacional seleção, e perguntou:

- É este teu vinho?

- Sim, respondeu a nobilíssima mulher.

Deus estava contente com a sinceridade da mulher, e mandou-a de volta para casa, dando-lhe os três vinhos de presente. Um dia, a mulher e seu amantíssimo marido estavam a passear no campo quando ele tropeçou e caiu ao rio. A infeliz mulher, então, suplicou a Deus por ajuda. Ele apareceu e perguntou:

- Mulher, por que estás chorar?

A mulher respondeu que seu marido caíra no rio.

Imediatamente Deus mergulhou e tirou o Rodrigo Santoro, e perguntou:

- É este o teu marido?

- Sim, sim, respondeu a mulher.

E Deus ficou muito furioso.

- Mulher mentirosa!!! - exclamou.

Mas a mulher rapidamente lhe explicou:

- Deus, perdoe, foi um mal-entendido. Se eu dissesse que não, então o Senhor tiraria o Gianecchini do rio; depois, se eu dissesse que não era ele, o Senhor tiraria meu marido; e quando eu dissesse que sim, era ele, o Senhor ia-me dizer para ficar com os três. Mas eu sou uma humilde mulher, e não poderia cometer trigamia... Só por isso eu disse 'Sim' para o primeiro deles.

E Deus achou justo, e a perdoou.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

A mulher do bombeiro


O bombeiro chega em casa e diz à mulher:


- No quartel temos um sistema excelente. Ao tocar da primeira sirene juntamo-nos em equipes, com a segunda sirene descemos pela coluna e com a terceira subimos ao Caminhão-Tanque e sai­mos.

-A partir de hoje, quando eu disser 'primeira sirene' tiras as roupas, 'segunda sirene' vais para a cama e 'terceira sirene' fazemos amor.

No dia seguinte o bombeiro chega em casa e grita 'primeira sirene', a mulher tira a roupa, em seguida grita 'segunda sirene' a mulher deita-se na cama e por fim grita 'terceira sirene' e começam a fazer amor.

Depois de uns minutos a mulher grita 'quarta sirene' e o bombeiro exclama:

- Que raio é essa 'quarta sirene'?!!

E a mulher diz:
-Desenrola mais mangueira porque está muito longe do fogo!